Etapas da Doação

1

1-recepcao

Cadastro:

A atendente consultará se o doador está liberado ou impedido à doação e solicitará alguns dados pessoais.

É indispensável a apresentação de um documento oficial com foto (RG, Carteiria de Motorista, Carteira Profissional, Passaporte etc.).


2

3-triagem-clinica

Triagem:

Abrange a entrevista confidencial e aferição da pressão arterial, pulso, temperatura, peso, altura e dosagem de hemoglobina (através do equipamento NBM 200, sem a necessidade de punção digital).

É o processo mais importante na manutenção da qualidade transfusional, pois é a etapa em que define se a doação trará risco para o doador ou para o receptor.

A honestidade do doador é primordial!

Atenção: mesmo sem apresentar sintomas, você pode portar algum patógeno. Esta situação é chamada de Janela Imunológica.


3

4-voto-auto-exclusao

Voto de auto-exclusão:

É a oportunidade final para o doador avaliar se realmente seu sangue pode ser utilizado. Se há riscos ou dúvidas, o doador deve responder que o seu sangue NÃO pode ser utilizado para transfusão. Esta informação, somente será vinculada a doação na etapa de fracionamento, evitando assim, qualquer exposição do doador aos seus acompanhantes ou funcionários.


4

Coleta de Sangue:

O sangue é coletado utilizando-se material totalmente descartável, estéril e de uso único. O procedimento é realizado por profissionais altamente capacitados e com segurança. A doação dura cerca de 10 minutos. Serão coletados em torno de 450 ml de sangue e amostras para realização de exames laboratoriais obrigatórios.


5

6-lanche

Lanche:

Após a doação, o doador será encaminhado para um lanche e deve permanecer ainda no banco de sangue por aproximadamente 15 minutos, indo embora somente se estiver se sentindo bem.


6

7-sangue-doado

O que acontece com o sangue doado

Após a doação o sangue será fracionado em diversos componentes como: Hemácias, Plasma, Plaquetas ou Crioprecipitado.

As amostras de sangue coletadas serão encaminhadas para a realização de testes imuno-hematológicos (Classificação ABO/Rh, Pesquisa e Identificação de Anticorpos Irregulares, Teste de Solubilidade para Hemoglobina S) e Sorológicos (HIV, Hepatites B e C, Chagas, Sífilis, HTLV I e II).

O sangue que apresentar resultados sorológicos negativos será devidamente etiquetado e liberado para distribuição e transfusão. Se houver alteração de alguns dos testes ou inadequação da amostra, o sangue coletado não poderá ser utilizado e o doador será convocado para retornar ao Hemobanco para orientações e repetição dos testes.