Medula Óssea


Você sabia que o transplante de Medula Óssea é a única esperança de cura para muitos portadores de leucemias e outras doenças do sangue?

Qualquer pessoa com boas condições de saúde, que tenha entre 18 e 55 anos pode se cadastrar. Os critérios de quem pode e não pode doar a Medula Óssea, seguem na maioria das vezes os mesmos critérios utilizados para a seleção da Doação de Sangue.

No Hemobanco, primeiramente é realizado uma orientação de como procede e funciona o cadastro e a doação de Medula Óssea. É em seguida realizado a retirada de 5 ml do seu sangue, para a realização dos testes de compatibilidade genética (HLA), e um cadastro por escrito, com os dados do doador que fica armazenado num banco de dados do REDOME – Registro de Doadores Voluntários de Medula Óssea.

Importante: o cadastro para doador voluntário de medula óssea é válido em todo o território nacional. Desta forma, basta você realizar um único cadastro e já será o suficiente para ajudar!

Para saber mais sobre Medula óssea, doação e transplante, acesse www.inca.gov.br/doador ou redome@inca.gov.br.



Vídeo elaborado por pacientes do setor de Hematologia e Transplante de Medula Óssea do Hospital Nossa Senhora das Graças, em Curitiba-PR, inspirado no vídeo das crianças do Seattle Children’s Hospital.

JÁ É CADASTRADO?
MANTENHA SEUS DADOS CADASTRAIS ATUALIZADOS

É imprescindível que o candidato à doação de medula óssea mantenha seus dados cadastrais sempre atualizados.
Caso haja alguma mudança, ATUALIZE O SEU CADASTRO nos endereços:

REDOME / REREME

Rua do Resende, 195, térreo – Centro – Rio de Janeiro / RJ
Telefone do REDOME.: (21) 3207-5299 / 3207-5214
Telefone do REREME.: (21) 3207-5233 / e-mail: www.inca.gov.br/doador ou redome@inca.gov.br